top of page
  • Por Eduardo Freire - Jornalista e médico veterinário

Gatos e banhos: mitos e verdades sobre essa prática

Atualizado: 29 de mar. de 2023

EXCLUSIVO | Gatos são animais conhecidos por sua higiene impecável, afinal, eles passam a maior parte do tempo se lambendo e cuidando de si mesmos. Por isso, muitas pessoas se perguntam se dar banho em gatos é realmente necessário ou até mesmo saudável para eles. Neste texto, iremos explorar os mitos e verdades sobre a prática de dar banho em gatos.

Mito: Gatos não precisam de banho.

Verdade: Embora seja verdade que os gatos são animais bastante higiênicos, eles ainda precisam de banho de vez em quando. Banhos regulares ajudam a remover o excesso de óleo da pele do gato, o que pode prevenir o acúmulo de sujeira e a formação de nós no pelo. Além disso, banhos são necessários em situações específicas, como quando um gato está muito sujo ou foi exposto a produtos químicos tóxicos.


Mito: Banho deixa os gatos estressados.

Verdade: Embora alguns gatos possam ficar estressados com a água, outros podem até gostar. O importante é introduzir a água aos poucos e de forma positiva, utilizando petiscos e brinquedos para distraí-los e tornar a experiência agradável. Além disso, é importante escolher um momento do dia em que o gato esteja calmo e relaxado.


Mito: Gatos nunca precisam de shampoo.

Verdade: Shampoo para gatos é necessário em certas situações, como quando o gato tem pulgas ou está muito sujo. No entanto, é importante utilizar um shampoo próprio para gatos e nunca usar produtos para humanos, já que a pele dos gatos é mais sensível e pode ser facilmente irritada.


Mito: É seguro dar banho em gatos filhotes.

Verdade: Banhos podem ser seguros para gatos filhotes, mas é importante esperar até que eles tenham pelo menos oito semanas de idade e estejam completamente desmamados. Antes disso, é recomendado apenas limpar os filhotes com uma toalha úmida.


Mito: Banhos frequentes são bons para os gatos.

Verdade: Banhos frequentes podem na verdade prejudicar a saúde dos gatos, já que isso pode remover os óleos naturais da pele e do pelo, causando ressecamento e irritação. O ideal é dar banhos em gatos apenas quando necessário, seguindo as orientações de um veterinário.


Em resumo, dar banho em gatos não é um mito, mas sim uma prática que pode ser necessária em certas situações. É importante abordar a prática com cuidado e atenção às necessidades individuais do gato, sempre utilizando produtos próprios para gatos e evitando banhos frequentes demais. Consultar um veterinário também pode ajudar a determinar a melhor abordagem para dar banho em seu gato de forma segura e saudável.



Este texto foi escrito por Eduardo Freire para o site www.gatobras.com.br - É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem a devida citação da fonte.

29 visualizações0 comentário

Comentarios

Obtuvo 0 de 5 estrellas.
Aún no hay calificaciones

Agrega una calificación
bottom of page